O princípio do aeroporto

10 de fevereiro de 2010

Augusto Pinto

Há muitos anos, numas das primeiras vezes que viajei ao exterior, passei por lugares exóticos como Casablanca, Cairo e Istambul. Em nenhum desses lugares, obviamente, eu falava a língua nativa e muito menos os nativos falavam a minha (nem sequer o inglês). Jovem e inseguro, quando pisei no aeroporto de uma dessas cidades fiquei pensando em como raios iria encontrar minha mala. Para minha surpresa foi super simples e quando me dei conta estava na fila do táxi, sem nenhum problema, apesar dos inconvenientes da língua. Nessa viagem aprendi uma lição de vida muito importante: os aeroportos são construídos para levar qualquer idiota até sua mala na esteira rolante e daí até a fila do taxi. E isso não diminui o valor do arquiteto que desenhou o aeroporto, muito  pelo contrário.

Continue lendo »